quinta-feira, 28 de maio de 2015

Sobre atuação da frente nacional contra a criminalização das mulheres e pela legalização do aborto.

Em reunião nacional, a frente nacional contra a criminalização das mulheres e pela legalização do aborto decidius pela urgência acompanhar e contribuir com a articulação da agenda de audiências publicas sobre a questão do aborto no congresso. Processo SUG-15/2014.

O processo de audiência SUG 15/2014 (Sugestão Legislativa 15/2014), foi proposto por um pesquisador e assessor legislativo da FIOCRUZ, André Kieper, que consiste em “Regular a interrupção voluntária da gravidez, dentro das 12 primeiras semanas de gestação, pelo Sistema Único de Saúde”. http://www12.senado.gov.br/ecidadania/visualizacaoideia?id=29984

Deste processo serão realizadas três audiências publicas, a primeira já realizada foi no dia 5 de abril, a segunda foi realizada dia 28 de maio, e a terceira em junho. Estas audiências são realizadas pela Comissão Direitos Humanos e a de hoje coincidiu com o dia internacional de luta pela saúde da Mulher. Por isto achamos importante organizar nos estados panfletagens ou qualquer ação que possa divulgar esta audiência publica pois ela trabalha a questão da legalização do aborto no SUS.

Para tanto fizemos um panfleto unitário (conheça o folder), assinado pela frente nacional que cada estado pode rodar e distribuir no dia e ou colocar em suas paginas na internet.

MULHERES/CUT

Nenhum comentário:

Postar um comentário