sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Mulheres realizam Vigília pelo Fim da Violência Contra as Mulheres

CLICK NA IMAGEM PARA VER MAIS FOTOS NO FACEBOOK SINTEP DE LUTA 
Faixas, cartazes, velas e cruzes com o nome das vítimas de violência em Mato Grosso que ocorreram nos mês de setembro, outubro e novembro de 2013 divulgados pela imprensa chamaram a atenção das pessoas que passaram pela Praça Bispo no final da tarde desta segunda-feira, 25 de novembro, Dia Internacional da Eliminação da Violência contra a Mulher. 

A Vigília Pelo Fim Da Violência Contra As Mulheres, organizada pelo Fórum de Articulação de Mulheres de MT (FAMMT), contou o apoio da Central Única dos Trabalhadores de Mato Grosso, do Sintep/MT, do Conselho Estadual de Direitos da Mulheres de Mato Grosso e de várias entidades que fazem parte do participam da FAMMT.
Segundo a secretária de Organização e coordenadora do Coletivo de Mulheres do Sintep/MT, Marli Keller, a Campanha e em especial da Vigília é importante para alerta e sensibilizar a sociedade. “A Lei Maria da Penha, o disque 180 e as medidas protetivas criaram um clima de maior confiança para as vítimas e que consequentemente as denúncias vieram a tona. Mas, a violência contra a mulher é silenciosa, está enraizada na sociedade e na visão machista do homem de que a mulher é sua propriedade. As pesquisas mostram que a maioria dos casos de violência contra a mulher ocorrem após o rompimento do relacionamento”, comentou a representante do Sintep/MT.

A professora Marli Keller acredita que a educação tem um papel fundamental na redução da violência contra a mulher. “A violência contra a mulher está ligada ao machismo, que ainda é muito forte em nossa cultura e que precisa ser trabalhado de forma educativa. A Campanha tem essa tarefa”, afirmou a professora.

Ainda dentro da programação da 23ª Edição da Campanha 16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres, nesta, sexta-feira (29/11), durante o dia todo, a partir das 8h, na Praça Alencastro, acontece a Feira de Economia Solidária: produtos da agricultura familiar, artesanato, doces, entre outros e também coleta de assinatura para Abaixo Assinado do Compromisso dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres.

Confira alguns casos levantados pela coordenação do FAMMT que foram divulgados pela imprensa

1. L.M. (35 ANOS), MORTA A FACADAS PELO EX- MARIDO, ELE NÃO ACEITAVA O FIM DO RELACIONAMENTO. VILA BELA DA SANTISSIMA TRINDADE.
2. I.R.M., (39 ANOS), FOI ESPANCADA VIOLENTAMENTE PELO MARIDO, NÃO RESISTIU AS LESÕES. RONDONÓPOLIS.
3. E.J.R., (23 ANOS), MORTA A FACADAS PELO MARIDO, A VÍTIMA QUERIA A SEPARAÇÃO. CANARANA.
4. S.O., (33 ANOS), MORTA A FACADAS PELO IRMÃO DURANTE UMA DISCUSSÃO. VÁRZEA GRANDE.
5. R. O. S., (31 ANOS), VÍTIMA FERIDA A FACADAS PELO MARIDO, ELE É ESQUIZOFRÊNICO, R.O.S. TEM MEDIDA PROTETIVA, MAS COMO É CURADORA DO MARIDO O JUIZ NÃO O AFASTOU DO LAR. CUIABÁ.
6. S.L.S., (31ANOS), MORTA PELO MARIDO A GOLPES DE FACA NO TÓRAX E ABDOME. PORTO DOS GAÚCHOS.
7. L.R.R, (37 ANOS), MORTA A FACADAS PELO EX-MARIDO. BRASNORTE.
8. G.M., ASSASSINADA A TIROS PELO EX-MARIDO. ALTO TAQUARI.
9. I.R.S., TENTATIVA DE ASSASSINATO, COM ARMA BRANCA PELO NAMORADO. JUINA.
10. E.M.N.V, (46 ANOS), FOI ASSASSINADA,COM GOLPES NA CABEÇA, FOI USADO UM BANCO DE MADEIRA, O PRINCIPAL SUSPEITO É O EX-MARIDO. TANGARÁ DA SERRA.
11. C.M.F.,(39 ANOS), MORTA A PAULADAS PELO MARIDO. TANGARÁ DA SERRA.
12. G.S.S.,(38 ANOS), MORTA A GOLPES DE FACA PELO EX-MARIDO. TANGARÁ DA SERRA.
13. S.S.M., 35 ANOS, ASSASSINADA A FACADAS PELO EX-NAMORADO. TANGARÁ DA SERRA.
14. R.A.M (43 ANOS), O MARIDO ARRANCOU UM PEDAÇO DOS LÁBIOS COM UMA MORDIDA, DURANTE AGRESSÃO. TANGARÁ DA SERRA.
15. R.F. (43 ANOS) E SEU NAMORADO, MORTOS A TIROS, PRINCIPAL SUSPEITO O EX-MARIDO. CUIABÁ.
16. L.M.R.S,(36 ANOS), MARIDO NÃO ACEITA A SEPARAÇÃO E FEZ UM CORTE NO PESCOÇO, ELA SOBREVIVE AUXILIADA POR VIZINHOS. SINOP.
17. N.S.M., 26 ANOS, FOI PERFURADA NO BRAÇO, PESCOÇO E CABEÇA PELO MARIDO. CUIABÁ.
18. V.R., ESTUPRADA E ESPANCADA PELO EX-MARIDO. TANGARÁ DA SERRA.
19. EX-MARIDO TENTA MATAR MULHER COM FOICE, SEPARADOS HÁ MAIS DE 12 ANOS, MESMO COM MEDIDAS PROTETIVAS EXPEDIDAS A FAVOR DA VÍTIMA, O ACUSADO VINHA DESOBEDECENDO AS ORDENS E PERSEGUIA A EX-MULHER PELAS RUAS DO BAIRRO. VÁRZEA GRANDE, NOV. 2103.
20. HOMEM ESPANCA A ESPOSA, ELA É DEFICIENTE FÍSICA – TANGARÁ DA SERRA.
21. EMPRESÁRIO MATA A FACADAS A NAMORADA. RONDONÓPOLIS.
22. MULHER DE 42 ANOS TEVE PARTE DA ORELHA ARRANCADA A DENTADAS, O MARIDO A ESPANCAVA FREQUENTEMENTE. VÁRZEA GRANDE.

Nenhum comentário:

Postar um comentário